Qual o melhor tipo de argila para a sua pele

As argilas são uma das matérias primas mais antigas utilizadas em tratamentos de beleza e até hoje são consideradas valiosas para a saúde da pele, devido as suas inúmeras propriedades dermatológicas.


Esse tipo de mineral é capaz de restaurar a epiderme e auxiliar na correção de algumas disfunções cutâneas, como acne, oleosidade, manchas e poros obstruídos. As argilas também contribuem para a melhora das elasticidade e firmeza da pele.


Escolher a argila correta para a sua pele, poderá potencializar os resultados das suas máscaras faciais e favorecer a sua fisiologia cutânea, para isso, é preciso entender o mecanismo de funcionamento dos diferentes tipos de argilas.


Podemos encontrar as argilas em variadas cores e cada uma delas terão propriedades distintas, devido a composição química. Essa composição determina qual argila é mais adequada para cada tipo de pele.


Peles sensíveis, peles secas e peles maduras:

Peles sensíveis, secas e maduras são delicadas, por isso, se beneficiam de argilas mais suaves, com pH próximo do pH fisiológico. É o caso das argilas amarela, branca e vermelha.


  • Argila branca: é proveniente da alteração de rochas lavadas pela água das chuvas. Sua coloração se deve à ausência de elementos-traço. Essa argila possui elevada quantidade de alumínio, que lhe confere propriedades cicatrizantes. Além disso, possui um pH ligeiramente inferior ao das outras argilas, próximo do pH fisiológico da pele, e por isso é bastante recomendada para o busto e peles sensíveis, em cremes, máscaras, loções e também em shampoos para cabelos secos. (Muller, 2009)

  • Argila amarela: A argila amarela é um elemento catalisador para formação de colágeno e aumentar a elasticidade da pele. Por conter o silício e potássio auxilia também na reconstrução dos tecidos cutâneos e também tem ação cicatrizante exerce papel determinante na nutrição e na reconstituição celular, retardando e contribuindo desta maneira para o antienvelhecimento cutâneo. (Eveline, 2010)

  • Argila vermelha: é rica em óxido de ferro, e por isso é especialmente indicada para o tratamento da vermelhidão e rubor facial que significa que houve um aumento intenso do fluxo sanguíneo nestes locais, pela dilatação dos vasos sanguíneos. Apresenta propriedades tensoras, e uma ação que regula o fluxo sanguíneo e vascular. (Cordeiro, et al. 2019)


Peles oleosas, peles normas e peles mistas:

Peles oleosas, normais e mistas tendem a acumular mais resíduos, por isso, argilas com potencial detoxificante, como as argilas verde, preta e marrom são indicadas.


  • Argila verde: deve sua coloração à presença de Óxido de Ferro, que atua em sinergia com os outros minerais presentes. Com uma forte ação absorvente, a Argila Verde é especialmente indicada para os cuidados da pele oleosa / acneica e para os cabelos oleosos, em máscaras, shampoos antioleosidade e shampoos anticaspa. (Muller, 2009)

  • Argila preta: também chamada de lama negra, é uma das mais raras argilas, é anti-inflamatória, adstringente, melhora a circulação sanguínea, ameniza manchas e contribui para a renovação celular da pele. (Eveline, 2010)

  • Argila marrom: é bactericida, tonificante e hidratante, diminui de forma considerável a flacidez tissular, os sinais de envelhecimento e as desordens cutâneas. (Eveline, 2010)

A aplicação mais comum das argilas é no formato de máscara facial, onde é possível testemunhar sua eficácia de maneira mais eficiente, mas elas também podem ser acrescidas as formulação cosméticas de cremes, maquiagens, xampus e sabonetes.


Se você deseja descobrir como fazer formulações diversas com argilas e outros produtos cosméticos com ingredientes naturais, acesse hoje o Livro Digital de Cosméticos Naturais - um material riquíssimo, com mais de 80 receitas e conteúdo teórico impecável para você formular produtos de beleza ecológicos na sua casa.


Referências:


Muller, A. Argilas Naturais. 2009. Disponível em: http://sistema.boticamagistral.com.br/app/webroot/img/files/argila%20verde.pdf Acesso: 25 de outubro de 2022.


Evelline, C. Máscaras: as estrelas da cosmetologia. 2010.


Cordeiro, S.B.M.; Sousa, C.A.; Sousa, P.A.A. CARACTERIZAÇÃO DAS MATERIAS PRIMAS USADAS NA COSMETOLOGIA PARA ARGILA FACIAL. 2019. Disponível em: http://www.editorarealize.com.br/editora/anais/conapesc/2019/TRABALHO_EV126_MD1_SA6_ID390_30062019205635.pdf Acesso: 25 de outubro de 2022.






179 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Descubra como fazer seu cosmético natural com excelência!

CONHEÇA NOSSOS CURSOS:

Design sem nome (8)_edited.jpg

Livro Digital de

Cosméticos Naturais

Esse não é apenas um livro de receitas, mas sim um manual completo  com técnicas avançadas para você criar cosméticos naturais  com maestria. Um material perfeito para começar a criar cosméticos com segurança.

Design sem nome (5).png

Curso de Cosmética

Facial Inovadora

Eleve o nível do seu skin care hoje mesmo! Esse curso incrível vai te ensinar como confeccionar cosméticos faciais com ativos biotecnológicos para melhorar o desempenho dos seus produtos de beleza.

Design sem nome (14)_edited.jpg

Curso de Maquiagens Naturais

A melhor maquiagem é que você faz! Neste curso, você aprende o passo a passo para formular sombras, batons, bases, delineadores, rímel, blush e mais. Separai as melhores receitas para compartilhar com você!

Faça parte da nossa lista de email para receber receitas e novidade incríveis!

Obrigada por se inscrever <3